10 entrevistas do Roda Viva que são diamantes para o cérebro

11:51:00 0 Comments A+ a-


No ar desde 1986, o Roda Viva é um dos mais antigos e respeitados programa de entrevistas da televisão brasileira. Entre seus mais de mil entrevistados estão as mais relevantes figuras do cenário brasileiras e personalidades internacionalmente conhecidas da política, economia, cultura e esportes.

Durante uma hora e meia, todas as segundas-feiras a partir das 22h, o programa é exibido pela TV Cultura, uma emissora pública com cobertura de 93% da população do estado de São Paulo. Retransmitido em rede nacional por 289 outras emissoras de todos os estados brasileiros, Roda Viva tem entre seus telespectadores uma grande quantidade de intelectuais, acadêmicos, estudantes, empresários, ministros, governadores, presidente e parlamentares. A repercussão de entrevistas com personalidades de renome sempre vai além da transmissão, gerando notícias em outros veículos de comunicação e sendo exibidas até em universidades.

Em 2008, a TV Cultura, em parceria com a FAPESP e a Unicamp, publicou na Internet, para acesso público, diversas entrevistas que ocorreram no programa ao longo de mais de vinte anos. Nós separamos para você alguns programas que são diamantes para o cérebro.

(Links do Youtube)

Leandro Karnal é um historiador brasileiro, atualmente professor da Universidade Estadual de Campinas na área de História da América. Graduado em História pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos e doutor pela Universidade de São Paulo, Karnal tem publicações sobre o ensino de História, bem como sobre História da América e História das Religiões.



Mario Sergio Cortella é um filósofo, escritor, educador, palestrante e professor universitário brasileiro, mais conhecido por divulgar questões sociais ligadas à filosofia na sociedade contemporânea.



José de Sousa Saramago foi um escritor português. Foi premiado com o Nobel de Literatura de 1998. Também ganhou, em 1995, o Prêmio Camões, o mais importante prêmio literário da língua portuguesa. Saramago foi considerado o responsável pelo efetivo reconhecimento internacional da prosa em língua portuguesa.




Domenico De Masi é um sociólogo italiano. Tornou-se famoso pelo conceito de "ócio criativo" segundo o qual o ócio, longe de ser negativo, é um fator que estimula a criatividade pessoal.



Ariano Vilar Suassuna foi um dramaturgo, romancista, ensaísta, poeta e professor brasileiro. Idealizador do Movimento Armorial e autor das obras Auto da Compadecida e O Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta, foi um preeminente defensor da cultura do Nordeste do Brasil. Foi Secretário de Cultura de Pernambuco (1994-1998) e Secretário de Assessoria do governador Eduardo Campos até abril de 2014.



Antônio Drauzio Varella é um médico oncologista, cientista e escritor brasileiro, formado pela Universidade de São Paulo (USP), é conhecido por popularizar a informação médica no Brasil, através de aparições em programas de rádio, TV e pela Internet, com um site e canal no Youtube. Foi também um dos fundadores da Universidade Paulista e da Rede Objetivo, onde lecionou física e química durante muitos anos.



Rubem Alves foi um psicanalista, educador, teólogo, escritor e ex-pastor presbiteriano brasileiro. Foi autor de livros religiosos, educacionais, existenciais e infantis. É considerado um dos maiores pedagogos brasileiros de todos os tempos, um dos fundadores da Teologia da Libertação e intelectual polivalente nos debates sociais no Brasil. Foi professor da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP).



Darcy Ribeiro foi um antropólogo, escritor e político brasileiro, conhecido por seu foco em relação aos índios e à educação no país. Suas ideias de identidade latino-americana influenciaram vários estudiosos latino-americanos posteriores. Como Ministro da Educação do Brasil realizou profundas reformas que o levou a ser convidado a participar de reformas universitárias no Chile, Peru, Venezuela, México e Uruguai, depois de deixar o Brasil devido à ditadura militar de 1964.




Ferreira Gullar foi um escritor, poeta, crítico de arte, biógrafo, tradutor, memorialista e ensaísta brasileiro e um dos fundadores do neoconcretismo. Foi o postulante da cadeira 37 da Academia Brasileira de Letras, na vaga deixada por Ivan Junqueira, da qual tomou posse em 5 de dezembro de 2014. Ferreira Gullar morreu em 4 de dezembro de 2016, na cidade do Rio de Janeiro em decorrência de vários problemas respiratórios que culminaram em uma pneumonia.




Mia Couto é um escritor e biólogo moçambicano. Dentre os muitos prêmios literários com os quais foi galardoado está o Prêmio Neustadt, tido como o "Nobel Americano" — Couto e João Cabral de Melo Neto foram os únicos escritores de língua portuguesa que receberam tal honraria.



Não esqueça de curtir nossa página no face e marcar para receber notificações, pois assim se manterá atualizado de nossas postagens.